Alceni Guerra realiza palestra em lançamento do Parque Tecnológico de Paranavaí

O investimento em educação e tecnologia é sempre destaque no Paraná e no último dia 18 de maio foi lançado o Parque Tecnológico de Agroinovação de Paranavaí. A proposta do parque é focar em mandiocultura e citricultura, vai ocupar parte da área da Estação Experimental do IAPAR na cidade.

No evento, Alceni Guerra realizou uma palestra, juntamente com o professor Jorge Luis Nicolas Audy, presidente da Anprotec. O ex-ministro lembrou de quando foi prefeito de Pato Branco e todos os benefícios que a construção de um parque trouxeram para a cidade. “Pato Branco deu um salto inimaginável nesses poucos mais de 20 anos da construção do parque. Passou a ser o maior polo de produção de software e hardware do interior do Paraná, tem a quinta renda per capita do estado, cerca de 150 cursos superiores, 20 tecnológicos. Tudo isso graças a capacidade de produção intelectual das faculdades que se instalaram em Pato Branco, depois que eu consegui, em 1987, tirar um Cefet do Norte do Paraná e levá-lo para Pato Branco. Foi um presente do presidente José Sarney e hoje temos uma cidade que é um verdadeiro polo de tecnologia, que orgulha o país e o mundo inteiro”, contou.

E Paranavaí pode se desenvolver tão bem quanto Pato Branco, garantiu Alceni. “E em Paranavaí eles podem conseguir o mesmo, desde que sigam os passos do Parque Tecnológico de Pato Branco”, concluiu.

Ainda falando sobre educação e inovação, Alceni Guerra lembrou da importância dos novos profissionais. “As inúmeras faculdades que logo se tornarão universidades têm mais de 500 pós-doutores, doutores, mestres e mestrandos. Essa massa crítica humana faz com que a cidade se transforme, permanentemente, num polo de inovação. E esse presente nós retribuímos fazendo com que a arrecadação em Pato Branco, que no meu primeiro ano de governo foi de 16 milhões, se aproxime cada vez mais de meio bilhão de reais. Acho que nesse ano talvez não seja possível por causa da crise econômica que atinge o país, mas com certeza no ano que vem nós a atingiremos. E daremos um exemplo, como sempre, para o mundo de como uma cidade pequena se transformou numa cidade de médio porte, ficou rica e com grandes empreendedores locais que nós queremos ajudar a construir uma capital tecnológica no interior do pais”, afirmou.

O evento foi organizado pela secretaria estadual de agricultada através do IAPAR e contou com a presença de autoridades do governo estadual e especilistas na área de inovação e tecnologia.

A.G